segunda-feira, 2 de julho de 2012

"O show tem que continuar", diz Mução na volta ao rádio

No VNT do TN
O radialista Rodrigo Vieira Emerenciano, o Mução, comentou pela primeira vez o episódio da semana passada, em que ele chegou a ser detido pela Polícia Federal por suspeita de divulgação de material relacionado à pedofilia. Porém, a própria PF constatou a inocência do radialista e outra pessoa admitiu que utilizou o computador onde foram trocadas as mensagens. Na rádio, ao vivo, Rodrigo Vieira Emerenciano falou com a própria voz.

O personagem Mução, criado por Rodrigo há 16 anos, "abriu espaço" para o radialista ler a nota enviada à imprensa comentando o caso, em que agradeceu o apoio de amigos, fãs e familiares, e onde também repudiou qualquer prática de pornografia ou pedofilia. 

"Em homenagem a vocês, estou nessa segunda-feira, ao vivo, na voz do personagem que criei há 16 anos, para dizer que o show tem que continuar", disse, finalizando a frase já com a voz de Mução.

Nenhum comentário:

Postar um comentário